Últimas palavras

joiao
Na assinatura da Lei 13.126, de 22 de maio último, Dilma Roussef vetou o aumento do limite de crédito consignado de 30% para 40% da renda do trabalhador. Embora haja pouca inadimplência nesta rubrica (2,9% do total dos créditos), a proteção à renda do trabalhador é cautelar, pois seu comprometimento crescente, em momento de aperto fiscal e retração macroeconômica, embute sensível potencial de desastre na economia popular. Ver gráfico abaixo, cortesia de Lena Lavinas.

Grafico

Compartilhe e Curta
RSS
Siga via E-mail
Facebook0
Google+
https://insightnet.com.br/segundaopiniao/?p=94
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *