Últimas Palavras

joiao• A indicação, sabatina e posterior aprovação do novo membro do Supremo Tribunal Federal trouxeram tamanha peregrinação, número de confissões, promessas privadas e abjurações públicas que não pressagiam nada de bom para a imagem futura da instituição. Quando postulantes a vagas no corpo judiciário agem como candidatos nanicos a vereanças locais, como há o STF de cobrar compostura aos demais poderes do país?

Compartilhe e Curta
RSS
Siga via E-mail
Facebook0
Google+
https://insightnet.com.br/segundaopiniao/?p=87
Twitter

Um comentário sobre “Últimas Palavras

  1. Depois que Lula indicou [ não aceitando, em muitos casos, ponderações de aliados sensatos], nomeou Eros Grau, Pelluzo, Ayres Brito, Joaquim Barbosa , e mais outro ou outra medíocre, o que fez com que o Supremo tivesse a pior composição de sua história até que a presidente Dilma tem acertado nas nomeações.

    A nomeação do ministro Fux, no início do primeiro mandato dela, foi mais por pressão de Lula e José Dirceu, Estedile e outros que foram na conversa , promessa, do nomeado que “mataria no peito” o processo do Mensalão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *