PREPARAR PARA A HORA DO “BASTA”! 

A investigação Lava está à beira de implodir em razão do delírio ideológico dos promotores e do Juiz por ela responsáveis. A retórica desabrida, satanizando tolices, a desinformação e, pior, a antecipação de lances futuros, alguns fora da competência do Juizado curitibano, dificultam a distinção do que é prestação de contas, propaganda, dissimulação e wishfulthinking. A palavra “indício”, por exemplo, deixou de “indicar” algo e passou a gigantesca evidência, como o enxofre, da inconfundível presença do demônio. O óbvio planejamento de intervenções espetaculares de acordo com a temperatura política, e o crescente atrevimento com a descabida e prepotente condução coercitiva do ex-presidente Lula da Silva, resultam da complacência das autoridades superiores, no Executivo, Legislativo e Judiciário Trata-se de comportamento inquisitorial pré-concebido, insultando frontalmente as crenças cívicas da maioria dos pobres brasileiros e contaminando negativamente as expectativas da população, em geral.

À falta de, até agora, comprovados crimes de acumulação econômica ilegal, por  parte do ex-presidente Lula, policiais e procuradores transformam um inquérito da mais absoluta pertinência e tempestividade em malabarismos de sessão matinal circense em torno de pedalinhos, um sítio e um tríplex. Ainda que fossem doados mediante recursos de uma “vaquinha” entre todas as grandes empreiteiras nacionais, e durante o mandato do ex-presidente, a questão é: e daí? – Sem comprovação de que alguma delas foi direta e ilegalmente beneficiada por intervenção do presidente (e não a mera suspeita, pois alguma sempre ganhará concorrências) aceitar os pedalinhos seria criticável, mas de limitado atentado à moral e ao patrimônio público. Ora, não só não apareceram provas, nem mesmo, ao que saiba oficialmente, delação de ninguém a respeito de nada, como os procuradores estão desviando o olhar da população do que é fundamental: a acumulação econômica ilegítima via predação de patrimônio e recursos públicos. Com o aplauso dos que consideram que delação justifica coação e até prisão estão dando cobertura ao diversionismo midiático, cúmplices dos ladravazes enriquecidos por acumulação econômica ilegítima.

Comparar o absurdo acúmulo pessoal de riqueza por parte de empresários, políticos e altos burocratas a um sítio supostamente presenteado a Lula, é sandice, péssima utilização do mandato investigativo que a sociedade lhes paga: onde estão as contas no exterior, coleções de obras de arte, veículos, propriedades rurais e urbanas para exploração econômica, viagens regulares por conta própria e passadio de primeira em Paris, Londres, Nova Iorque? Onde se esconde o acervo de joias de d.Mariza? E seu guarda-roupa de grife? Sítio em Atibaia e tríplex em Guarujá que nem do casal são? Ora, trata-se de outra manifestação de preconceito, presumindo que Lula, de origem pobre, tisnaria sua dignidade e a da função que ocupou interferindo nas ações públicas por preço tão vil. Claro, corrupção mesmo, a sério, só para eles, bem nascidos e mal acostumados.

Os responsáveis pela investigação devem um balanço claro da Lava-Jato e da expectativa de prazos de conclusão. Claro que a descoberta de evidências (não “indícios”) provoca alteração em cronogramas, mas a existência de um quadro de referência é indispensável para que o jornalismo possa acompanhar e a opinião pública possa avaliar se estão sendo eficientes e produtivos ou meramente difamadores e garotos propaganda de televisão.

Com a coação física e moral do ex-presidente Lula os responsáveis pela Lava-Jato talvez venham a se revelar indignos dos privilégios que desfrutam. O ex-presidente é um dos mais importantes recursos políticos dos miseráveis deste País, líder de governos capazes de provocar justamente esse ódio amparado em toga. Destrui-lo, seria uma derrota imensurável para os pobres e humilhados; destruí-lo injustamente, aproveitando os privilégios de classe e corporação, é inaceitável. Se for comprovada a precipitação e o infundado da coação ao ex-presidente, o insulto não poderá passar em branco. Juízes e procuradores deverão pagar pela ameaça em que se constituíram aos pobres do Brasil. Pedidos de desculpa serão insuficientes. Hora de preparação para o que estão pedindo. No grito, não mais.

Compartilhe e Curta
RSS
Siga via E-mail
Facebook0
Google+
http://insightnet.com.br/segundaopiniao/?p=264
Twitter

17 comentários sobre “PREPARAR PARA A HORA DO “BASTA”! 

  1. Se há tanto cuidado pela coisa pública, republicanismo, transparência, etc, por que não se começar por uma informação básica: quanto já se gastou com estas operações mirabolantes? quando se consumiu de dinheiro do contribuinte com a operação de hoje?
    Que estes dados sejam espontaneamente apresentados pelos organizadores da operação ou solicitados pela senhora presidente, chefe da Polícia Federal (ao que me consta ela ainda tem esta atribuição, formal ao menos).
    As cifras certamente causariam espanto aos brasileiros arrochados pelo ajuste fiscal.
    E desta minudência, tão ao gosto dos moralistas, poder-se-ia passar (um dia!) a outras questões de fundo realmente preocupantes para a democracia brasileira.

    1. Olá Luiza!

      Você tem razão! O corrupto deve pagar.

      Porém, dentro da Lei.

      O que esse Juiz está fazendo é um absurdo. Com a complacência dos seus superiores está rasgando a Constituição Cidadã.

      Se prender uma pessoa para que ela confesse não for tortura, o que será então?

      Penso que o Moro está jogando para a platéia. Ganhou até prêmio da Globo!!

      Age com rigor excessivo, passa por cima da lei e depois os Tribunais, sem outra opção, anulam tudo.

      Lembram-se da Satiagraha. Tudo para o lixo…

      É lógico que depois tem acertos ….

    2. Mas nao é o que vemos. O q rola é uma perseguição ao governo e ao pt e sobre tudo, ao Lula. Combate a corrupção mandando todos p xilindró sem exceção.

  2. Parabéns! Professor eu não aguento mais essa historia de lava-jato. Esse juiz está acabando com a democracia no Brasil.

  3. Obrigada pela análise lúcida e verdadeira, professor!
    É hora do basta, com certeza.
    O Brasil precisa sair da paralisia a que foi submetido.

  4. Wanderley, parabéns!
    Sua análise revela muitas ações exageradas, desonestas e inconstitucionais que ocorrem na Lava-Jato. Alguns de seus protagonistas querem se promover, provavelmente com futuros objetivos políticos, além de, por ideologia, apoiarem as forças mais reacionárias de nosso país. A operação transformou-se num grande show midiático, onde os poderosos donos das redes de comunicação defendem os seus interesses, distorcendo a verdade.
    Sua análise é clara e verdadeira, apontando para fatos que muitos ainda não se deram conta. Ficam apenas na dicotomia histérica das redes sociais.

  5. Coerente para um momento de incoerência.
    Autoridades colocando lenha na fogueira no sentido de obter motivo para ferir a nação como em 1964.
    Conheço bem mais os protagonistas do evento do que eles gostariam que alguém os conhecessem.
    Sou testemunha viva de que a história está para concluir um ciclo e entrar por caminhos antes mal navegados e recheados de interesses dos poderosos.
    Bom dia 13 a todos os cidadãos livres da alienação midiática.
    Juizo a todos.

  6. Sr. Prof. Wanderley, concordo com o texto. Tudo que você se referiu deixa muito claro (só não ver quem não quer) que estamos novamente passando por um golpe de estado ( golpe= palavra proibida, extinta pelos articuladores). Devemos nos mobilizar, irmos para as ruas para defendermos as poucas conquistas alcançadas para a democracia deste país. Não podemos retroceder, devemos lutar para que não se repita como em 64. Agora em diante veremos quem dará o sangue por este país…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *