Últimas Palavras

joiaoA alternativa do governo à proposta sobre maioridade penal em trâmite na Câmara prevê aumento do tempo de internamento do menor de 3 para 8 anos, mantido em presídio ou ala separada. Traz um apêndice de obrigatoriedade de ensino profissionalizante sem explicações sobre tempo de estudo, tipos de aprendizagem, recursos para financiamento, etc. Em 8 anos um adolescente normal poderia vir a dominar várias profissões, ou formar-se em qualquer das disciplinas ocupacionais nobres. O quê, nessa confusão, é a alternativa a quê?

Compartilhe e Curta
RSS
Siga via E-mail
Facebook0
Google+
http://insightnet.com.br/segundaopiniao/?p=121
Twitter

Um comentário sobre “Últimas Palavras

  1. Pois. Eu para mim, ia e0 escola e abcoau, se os outros tambe9m tiverem de ir.O que essa iluminada ne3o explica e9 como e9 que se vai obrigar a criatura a ir e0 escola. Haviam de a encarregar a ela dessa tarefa e gravarem tudo, eu ate9 pagava para ver. Mas normalmente, isso fica reservado para outras pessoas porque estas este3o geralmente muito ocupadas a pensar.E depois vem-me com a cantiga dos racismos e todo esse rose1rio de hipocrisias que gostam muito de apregoar. Porque se fala em “meio cultural”. E le1 caedmos outra vez na mesma sina. Quer dizer, e9 discriminada porque ningue9m a obriga a ir a escola. Mas e0 coisa que escreveu o texteco, je1 a ne3o apoquenta que a “Gracinda” (Gracinda quea, je1 agora?) tenha engravidado aos treze anos… Que estivesse – e o Estado a deixasse estar – numa situae7e3o em que semelhante coisa pudesse acontecer ne3o lhe merece reparo.E como se diz acima, quantas destas histf3rias ne3o havere1 pelo paeds fora. Mas a escrevinhadora com isso je1 ne3o se indigna. Je1 ne3o vea discriminae7e3o. Ne3o lhe faz confuse3o nenhuma que os mifados andem por aed num estado deplore1vel, sujeitos a engravidar quando deviam estar a aprender.Cambada de hipf3critas. E ainda team a lata chamar aos outros aquilo que eles se3o.Racista e9 ela. Que ne3o percebe a diferene7a entre um conjunto de valores e condutas que configuram uma cultura e os nedveis de melanina na pele ou a lustrosidade do cabelo. Que ve1 pentear macacos. c9 necesse1rio, no entanto, adverti-la que os macacos ne3o se3o pessoas ne3o ve1 ela pf4r-se a pentear ciganos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *